Covid-19: São Tomé e Príncipe e Guiné

Covid-19: São Tomé e Príncipe e Guiné

Numa altura em que foi identificado um caso de Covid-19 em Moçambique, foi declarado o estado de emergência em saúde em São Tomé e Príncipe e todos os estabelecimentos de ensino foram encerrados, pelo menos por um período de 15 dias. Estão proibidos aglomerados de pessoas e os voos comerciais e navios de passageiros (cruzeiros) estão suspensos. Algumas das atividades e projetos da Helpo foram interrompidos, sobretudo os ligados à Educação ou com atividades dependentes de viagens internacionais. As restantes atividades estão em curso embora com algumas limitações, alinhadas com as decisões das autoridades nacionais que, nas circunstâncias atuais mudam de dia para dia. Estamos em contato com os ministérios da Educação e da Saúde e disponibilizamos os nossos recursos humanos para agir na prevenção do Covid-19, junto do público-alvo com quem trabalhamos.

Na Guiné-Bissau, o projeto que levamos a cabo liderado pela ONGD VIDA foi interrompido por indicação das autoridades do país e a equipa encontra-se a aguardar diretivas da Embaixada de Portugal.

Partilhar