Exposição “O princípio, o meio e o resto – Olhos nos olhos com os deslocados de Cabo Delgado”

Exposição “O princípio, o meio e o resto – Olhos nos olhos com os deslocados de Cabo Delgado”

“O princípio, o meio e o resto – Olhos nos olhos com os deslocados de Cabo Delgado” é o nome da exposição de fotografias e textos de Carlos Almeida, coordenador de projetos da Helpo em Moçambique, presente na Galeria Dr. Mário Botas, na sede da Ordem dos Médicos, em Lisboa.
A exposição dá a conhecer o quotidiano dramático e as histórias de vida de pessoas deslocadas em Moçambique, na sequência dos ataques armados que há 3 anos assolam a província de Cabo Delgado.
Esta iniciativa conjunta com a Ordem dos Médicos, é também uma forma de continuar a chamar a atenção para a situação dramática em que vivem mais de 700 mil pessoas, metade das quais crianças, que se viram obrigada a fugir das suas aldeias para sobreviver aos ataques armados.
A exposição está aberta a todo o público até ao dia 25 de Junho, de 2.ª a 6.ª feira, das 10h às 19h30 e, aos sábados, das 12h às 19h30, na Av. Almirante Gago Coutinho, 151, em Lisboa.
Simbolizando os 14 anos de trabalho da Helpo no norte de Moçambique, foram selecionadas 14 fotografias, acompanhadas pelos respetivos textos, que revelam, numa perspetiva simultaneamente documental e emotiva, a situação de emergência em que vivem as pessoas deslocadas de Cabo Delgado e a intervenção da Helpo no apoio a estas populações.
A exposição tem também um cariz solidário uma vez que é possível adquirir fotografias da exposição (impressão limitada a 7 cópias por foto) e assim apoiar os projetos da Helpo no norte de Moçambique.
Carlos Almeida, autor das fotografias e dos textos, vive e trabalha desde 2010 no norte de Moçambique, e expõe pela primeira vez a título individual. Estas imagens foram recolhidas em Cabo Delgado e Nampula, durante o trabalho de terreno no apoio às pessoas deslocadas.
 


Galeria de imagens:

Partilhar